A italianada está furiosa

O livro-reportagem de Roberto Saviano sobre a máfia italiana não vingou. Mesmo com elogios da crítica norte-americana, a adaptação para o cinema não foi para a lista de melhores filmes estrangeiros do Oscar 2009.

Muitos blogs hoje estão repercutindo a esnoboda da academia com Gomorra (aqui e aqui). Os jornais italianos também não perdoam (aqui e aqui). E com razão! Gomorra era considerado um dos fortes candidatos ao prêmio porque conta a corrupção italiana de forma inteligente e profunda, mostrando o meio de vida das pessoas que sobrevivem aquela rotina. Dá para fazer uma certa analogia ao filme Cidade de Deus e a obediência às leis de um poder paralelo.

Agora sem Gomorra, Waltz with Bashir ganha ainda mais força. Contexto, origem e o prêmio do Globo de Ouro dão quase como certa a vitória para o documentário-animação-autobiográfico de Ari Folman no Kodak Theatre. Deve figurar na lista de melhor trilha sonora também.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: