Documentário ‘Videocracy’ sob censura na Itália

Um vídeo para mostrar a influência que a televisão exerce na cultura italiana nos últimos 30 anos. É assim que o cineasta italiano, naturalizado sueco Erik Gandini está promovendo seu documentário chamado ‘Videocracy’ e que  promete bastante polêmica. A RAI, a emissora estatal do país recusou-se a exibir os 30 segundos de campanha promocional de ‘Videocracy’ alegando segundo nota à imprensa, que o documentário possui pontos ofensivos à honra e à reputação pessoal do primeiro-ministro Silvio Berlusconi.

“É um filme sobre o tempo presente. É um filme que fala sobre como a Itália se transformou depois de todos estes anos. Claro, Berlusconi está na história. Mas é muito mais um filme sobre a cultura italiana”, disse Gandini em uma entrevista em Estocolmo, onde ‘Videocracy’ fez sua estréia, na noite de ontem (28/08).

Ele será exibido na próxima semana no Festival de Veneza e mais tarde no Festival de Toronto.

Berlusconi fez uma fortuna com o seu império de mídia Mediaset, que ele construiu ao longo de 1980 e que inclui as três maiores redes privadas de televisão na Itália. Elas mais a RAI somam 90% da audiência na Itália.

Mediaset também se recusou a executar a campanha, ou seja, estão dificultando ao máximo para os italianos tomarem conhecimento sobre ‘Videocracy’, isto porque, segundo o próprio documentário, a TV é a principal fonte de informação de 80% dos italianos.

Medo! Estamos falando de primeiro mundo.

7 respostas para Documentário ‘Videocracy’ sob censura na Itália

  1. Tiago disse:

    Esse documentário deve ser do caralho! Quero assistir!
    Deve ser uma espécie de “Muito Além do Cidadão Kane”, só que italiano. Esse SILVIO CORLEONI tem uma puta cara de mafioso, velho.
    Nem sabia que ele era dono desse império todo. Ele me Parece um tipo de Roberto Marinho italiano – nas devidas proporções, é claro.

  2. Vinícius P. disse:

    Fiquei curioso para conferir o documentário…

  3. cido69 disse:

    Pô Erik Gandini na parada então o filme deve ser bom. Assistiu Surplus na faculdadeano passado e gostei muito do documentário, quero assistir Videocracy assim que possível.

  4. Peugeot disse:

    Pô Erik Gandini na parada então o filme deve ser bom. Assistiu Surplus na faculdadeano passado e gostei muito do documentário, quero assistir Videocracy assim que possível.;. All the best!!

  5. cinebuteco disse:

    Olá Peugeot,

    Surplus é bom? Não conheço nada desse diretor… Videocracy parece interessante, né? Fiquei curioso pra ver… ele vai ser exibido no Festival de Toronto… se conseguir boa repercussão perante os críticos há chances de que a gente consiga assistir por aqui.. Vamos aguardar!

  6. cido69 disse:

    Auhauha não entendi o coment do peugeot, mas sei que fui confundido com ele.
    Então cara O Surplus é muito bom, vale a pena assistir sim. Fiz uma critica dele no meu blog, dá um passada lá e espero que te esclareça um pouco sobre o documentário. Altamente recomendado.

    http://cinecido.wordpress.com/2008/11/26/resenha-do-documentario-surplus/

  7. […] a produção de documentários nesta temporada. Só para lembrar os outros dois já citados aqui: Videocracy e Capitalism – A Love […]

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: