O Grupo Baader Meinhof

BaaderMeinhof
Fuja! Sério, quem acompanha o CINEBUTECO sabe bem que sempre busco escrever o melhor do filme, mas em O Grupo Baader Meinhof o espírito Pollyanna tem limites. Não que seja de tudo ruim, mas ou você vivenciou o período narrado ou então sabe muito de história, caso contrário, a sensação de estar ‘boiando’ é inevitável.

Baseado em fatos reais, O Grupo Baader Meinhof conta a história do RFA, guerrilheiros da Alemanha Federal. Composto majoritariamente por jovens estudantes, o grupo representa a extrema esquerda contra um levante fascista no país, ocorrido nas décadas de 1960 e 1970.

O problema é que o recorte da História foi muito longo. O diretor Uli Edel conta o surgimento e o declínio do RFA com muitos detalhes (e um tanto de violência). Acho que poderia se concentrar nos pontos principais da luta do grupo e diminuir os 150 minutos de filme.

O problema maior é que muitos nomes são citados, mais personagens entram no roteiro e não há uma introdução para o espectador desavisado. Conforme vai desenrolando, o filme se afasta de quem está assistindo. Chega no final e percebe-se muito mais a preocupação com a fidelidade da História do que com espectador. Logo, a gente sai do cinema sem muita afeição pelo filme.

Como disse no começo do post, O Grupo Baader Meinhof não é todo ruim. Destaque para a produção e atuação dos personagens principais.

Nota: 7,0/10.

Uma resposta para O Grupo Baader Meinhof

  1. Dewonny disse:

    Eu gostei desse filme, achei bem interessante, destaque tbm para as cenas de ação. nota 8.0!
    Abs! Diego!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: