Uma Prova de Amor

Cícero Melo

my_sisters_keeper_m

My Sister’s Keeper
EUA, 2009 – 109 min

Bom, imagine que você é bonita, algo assim como a Cameron Diaz… depois que você casou com um marido bonitão, bombeiro, alguém assim, tipo o Jason Patrick.   Vocês têm um casal de filhos, igualmente bonitos e tudo vai bem.  Um dia você acorda e está uma novela do Manoel Carlos… Bom, é muita gente bonita e feliz junta! Alguma desgraça precisa acontecer!  E não demora…

My-Sisters-Keeper-450

Sua linda filha se descobre com uma Leucemia rara e a única esperança para mantê-la viva é ter outra filha, pra servir de fornecedora para a primeira…  De medula óssea até um possível rim! E que, a filha “estepe”, aos 11 anos, cansada de ter que o tempo todo se submeter a vários procedimentos dolorosos e não muito eficazes, decide processar a própria mãe para poder ter emancipação (ufa!)…  Trama difícil? Lendo assim pode parecer que sim, mas assistindo, garanto que vi um dos melhores “Crying Dramas” (filmes que você chora até de ver o pôster!) de 2009!

cameron-diaz-shaved-head

Posso dizer que o mérito é do ótimo elenco e diretor. Nick Cassavetes, filho do cultuado diretor indie John Cassavetes, e que também possui em seu currículo os bons “Alpha Dog”, “Diário de uma Paixão” e “Um ato de coragem”. 

As interpretações são igualmente memoráveis! Nunca fui muito fan da Cameron Diaz, mas tiro o chapéu pelo desempenho da mãe que se recusa a desistir! Abigail (miss Sunshine) Breslin, provando ser uma grande promessa, eu diria que tanto quanto já foi a jovem Kirsten Dunst na época que foi Cláudia em “Entrevista com o Vampiro”

my-sisters-keeper-01

Por fim a sensacional Sofia Vassilieva, que faz a irmã doente!  Ela interpretou quando mais jovem a Eloise, no sucesso da “sessão da tarde” dos anos 90, “Eloise no Plaza” e também, mais recentemente na série “Mediun”.   Acho que ainda vai surpreender muita gente também!

No fim das contas, o melhor do drama são os flashbacks que mostram que, mesmo com uma vida difícil podemos ter uma série de momentos muito especiais que no fim (ou no durante) fazem tudo valer a pena! 

“Vejo vocês em Montana!”

Curiosidade: inicialmente o filme seria interpretado pelas irmãs Dakota e Elle Fanning. Dakota se desligou do projeto por se recusar a raspar a cabeça…

9 respostas para Uma Prova de Amor

  1. cinebuteco disse:

    E eu com preconceitos do filme justamente por causa de Cameron Diaz, mas pelo que vc relatou Prova de Amor vale o ingresso… Quero ver! Valeu Cícero.

  2. Elaine Calçada disse:

    Ci, adorei ter assistido esse filme com vc, aliás, somos bons companheiros nisso…rimos juntos, choramos muitoo juntos, é muito legal! Mesmo tendo saido do cinema “acabados”, o importante é que vc continua remando e eu continuo sorrindo!Bjão…e que tal irmos p/ Montana juntos?
    Nani

  3. Vinícius P. disse:

    Esse filme parece ser um drama só, mas mesmo assim estou curioso porque considero o Nick Cassavetes um diretor talentoso.

  4. Gustavo H.R. disse:

    Filmes (em geral, com exceções) relativos a essa doença me causam extremo desconforto, por motivos pessoais. Apesar da Abigail Breslin, vou deixar passar…

  5. Humberto disse:

    Pra ser sincero, não achei isso tudo não, Cícero. Não é um filme ruim, mas pelo menos pra mim, tá longe de ser uma obra memorável. Acho que nem o esforço da Cameroin Diaz, raspando a cabeça, valeu tanto assim, já que o fato fica meio perdido na trama. Sei lá, de 0 a 10, daria uns 4,5. Sorry a franqueza.

  6. ciceromelo disse:

    Humberto, não precisa se desculpar… Opinião sobre filmes é uma coisa muito pessoal… e o mesmo filme pode ser encarado de diferentes formas dependendo do dia em que você vê e as circunstâncias da sua vida que te identificam ou não… Por exemplo, no comentário do Gustavo, que disse que nem sequer veria o filme por motivos pessoais. Quem conheceu ou tem algum amigo ou familiar nas mesmas circunstâncias com certeza vê de forma diferente… No meu caso eu simplesmente me sensibilizei muito, e nem foi por causa da doença, mas na forma em que, mesmo doente, a personagem vê sua vida e retrata em seu livro de memórias! Mas enfim, isso também vai do gosto, né?

  7. Humberto disse:

    Grande Cícero!
    Eu não achei o melhor filme do muo, mas eu gostei também. E eu aoro a Abigail. No mais, eu sou plpiteiro aqui mesmo, adoro esse Cinebuteco, rapaz.

    Abração, bom findi!

  8. Dri disse:

    oi
    queria dizer pra vcs q esse filme esta muito bom e a cameron diaz (nunca gostei de ve.la no cinema pois faz sempre o papel da bonitona com final feliz) nesse filme consegue mostrar muito bem o papel de uma mae , que nunca dorme e nunca desiste. parabens pelo seu desempenho que me fez recordar muitas coisas do passado.
    eu propria ja passei pela doença e quando fui ver o filme chorei do primeiro ao ultimo minuto . so pra dizer que é um filme muito bem feito, quer no que toca ao papel da familia quer na parte dos tratamentos e dos hospitais tem muitas semelhanças com a vida real.

    pra quem ja passou pela doença ou esta passando, nunca DESISTA.
    beijos a todos

  9. JESSICA disse:

    EU GOSTEI DESTE FILME

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: