2012: uma sequência de constrangimentos

O que faz de Hollywood pensar que uma família média americana composta por um pai escritor semifracassado, uma bela dona de casa e duas crianças mimadas e irritantes que a todo momento simulam serem mais adultos que os próprios adultos, é capaz de salvar a humanidade? É muita pretensão, não é verdade?

Recheado de cenas de encher os olhos, 2012 poderia ficar interessantíssimo se focasse nas teorias dos índios maias que dizem que o final da vida na Terra se dará daqui a pouco mais de três anos.

Mas INFELIZMENTE, o diretor Roland Emmerich (O Dia Depois de Amanhã) resolveu humanizar o roteiro, contando a catástrofe a partir de uma família americana. Aí, o que sobra de bom são alguns efeitos especiais. Nem todos, porque se observar bem, alguns são mal feitos. As duas horas e meia de filme são pura perda de vida.

O roteiro é bagunçado e um final muito banal. Os atores são todos ruins e as atuações dignas de filme B. Tudo é trabalhado na tentativa de promover a imagem dos EUA como centro do planeta, mas não convence, porque a fórmula é pra lá de manjada. Não dá mais para separar herois de vilões, ainda mais quando alguém tem muito mais tendência pra ser vilão do que heroi.

Enfim dá para criticar cada cena do filme, mas não vou gastar meu tempo e nem de quem aqui lê. Quem assistiu sabe do que estou falando, quem não viu e mesmo assim está curioso para ver o mundo se acabando… coragem!

O que eu posso afirmar é que 2012 é um dos piores filmes das últimas 3 temporadas.

Nota: 1.0/10.

8 respostas para 2012: uma sequência de constrangimentos

  1. Vinícius P. disse:

    O Emmerich até que fazia uns filmes bacanas, mas depois da bomba que foi “10.000 AC”, parece que o diretor vai demorar para voltar à boa forma. “2012” não chega a ser tão ruim (tem algumas cenas de destruição bacanas), mas é mesmo constrangedor – o que dizer daquela cena do cachorrinho?

  2. cinebuteco disse:

    O que é aquela cena do cachorro??? Total desnecessária. Nem engraçada, nem importante… dá até uma vergonha alheia…

  3. Humberto disse:

    Cara, você deu 1.0 pra esse filme???? Você é bonzinho demais!!!

    KKKKKKKKKK, eu comecei a rir na hora que a família saiu de casa e só parei quando acabou o filme. É MUITO constrangedor, muito muito patético. O menininho comemorando no fundo da água (depois de longos minutos debaixo d’água, pra mim, é a cena top de linha em podreira).

    Enfim, pra esse lixo não vale dar nem nota negativa. Vale só pelas risadas. E olhe muito lá.

  4. André C. disse:

    Para mim apenas a ponta de Woody Harrelson merece um destaque. Mas para quem gosta de filmes pipocas, até vai.
    Tem gente que trabalha comigo que quase me bateu qndo falei mal do filme! hehehe!

    Abraços!

  5. Luis Galvão disse:

    Tá, não sou tão cruel com o filme, e digo que gostei de várias partes, inclusive os efeitos são perfeitos (isso não se pode discordar). Mas vindo de Emmerich já era esperado um roteiro meio furado e as atuações abaixo da média. No entanto, mesmo assim, acho que recomendaria para passar numa ‘Tela Quente’.

  6. Dewonny disse:

    Pra mim até q foi divertido, os momentos de ação são recheados de cenas absurdas q me foram bem engraçadas, a limusine passando por dentro do prédio despencando foi hilário..rsrs..fora a cena do Jonh Cusack correndo pra pegar o avião, e nada atinge ele das explosões de fogo q estão caindo nas costas dele, hahaha, q comédia, ri muito, entertenimento puro o filme q ñ deve ser levado a sério em nenhum momento…nota 5.0!
    Abs! Diego!

  7. Gustavo H.R. disse:

    Isso.
    Um grande cocozão!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: