Polêmica em Sundance

janeiro 27, 2010

O remake de ‘The Killer Inside Me’ está dando o que falar pelo tom misógino em que o filme foi dirigido. Numa das cenas mais polêmica o personagem principal, um policial chamado Lou (Casey Affleck) puxa um par de luvas pretas e então começa a perfurar Joyce (personagem de Jessica Alba) no rosto, sem dó, repetidamente. A câmera não desvia da agressão e o telespectador assiste inerte a distorção do rosto da moça. Quando ela já está no chão, incosciente e irreconhecível, Lou pergunta se ela pode ouví-lo. Ele diz que a ama e se diz arrependido. Em seguida, você acha que Lou vai tentar socorrê-la, ele então resolve aplicar mais socos nela.

A cena abaixo não é a única de violência explícita. A personagem de Kate Hudson que também está no elenco, parece também levar uma surra. O diretor Michael Winterbottom tem sido bem criticado pelas cenas e pelo filme em geral, acusado de excesso de violência.

Não é de hoje que filmes são criticados pela brutalidade contra mulheres. Só para lembrar casos recentes, temos Anticristo de Lars von Trier que rendeu em Cannes ano passado e Cegueira de Fernando Meirelles em que uma cena pesada mostrava estupros coletivos, fazendo com que algumas mulheres saíssem do cinema antes mesmo de terminar o filme, no Festival de Toronto de 2008.

Não é por nada não, mas a ver pelo trailer, parece ser um bom filme. O vídeo, tá aqui.


Amor Sem Escalas

janeiro 26, 2010

George Clooney está de volta às telas! Desta vez, ele intepreta Ryan Bingham, um homem de nosso tempo; este em que vivemos atualmente: o da crise, o do corte de gastos para evitar demissão, etc. Ele trabalha numa consultoria especializada em avaliar currículos de profissionais de empresas que vão mal das pernas para demitir aqueles que não são tão essenciais neste turbulento período de crise.

Turbulência é o que o personagem de George Clooney mais está acostumado a passar. Viajando de um lado ao outro do país de avião, ele tem o objetivo de poupar 10 milhões de milhas pela American AirLines e assim entrar no seleto clube da companhia composto apenas de sete membros que alcançaram tal posto.

Nessas idas e vindas de uma cidade a outra, demitindo pessoas e destruindo carreira de anos, o telespectador é convidado a conviver algumas horas com George Clooney e sua vida aparentemente solitária, mas seu bom-humor e o modo de encarar a vida faz dele um tipo simpático, daqueles que a gente gostaria de ser ou ter como amigo.

O filme discute os relacionamentos pessoais, o modo como encaramos a vida, a dificuldade de trabalharmos com a frustação. O momento para lidar com temas tão complicados não podia ser melhor. Se a crise por aqui não foi assim tão devastadora, lá nos EUA o negócio foi feio e não é à toa que foi tão elogiado e é um dos fortes candidatos a vencer o Oscar.

A direção de Jason Reitman está muito boa. Incrível como nesta temporada, os diretores acertaram a mão em seus trabalhos. Vera Farmiga então é a maior surpresa do filme. Não a conhecia e simplesmente achei seu trabalho em Amor Sem Escalas excelente, sem excessos, ideal. Ainda não pude conferir Crazy Heart e a elogiada intepretação de Jeff Bridges, mas George Clooney no papel do homem típico de negócios que a gente esbarra sem querer no aeroporto está perfeito para o Oscar.

Nota: 9,5/10.


Dúvidas e certezas do SAG

janeiro 24, 2010

E no sábado foi realizada a cerimônia do Screen Actors Guild, o famoso Sindicato dos Atores que outrora quase parou a indústria cinematrográfica com a greve por melhores salários, lembra? E não deve ser mais gratificante do que ser reconhecido por seus próprios colegas de trabalho, principalmente quando o local é Hollywood.

O SAG é um boa prévia do Oscar porque atores e atrizes também votam na academia. Deste modo, já temos os vencedores da categoria coadjuvantes e uma certa dúvida na principal:

CERTEZAS

– Mo’nique confirmou o favoritismo e vem levando todos os prêmios. Globo de Ouro, SAG… deve levar também a estatueta dourada. Uma honra para quem cuja carreira é marcada por interpretar papéis cômicos e agora ganhar também o reconhecimento no drama.

– O desconhecido Christolph Waltz chegou estreando pra valer no cinema num filme de ninguém mais que Quentin Tarantino. Ofuscou Brad Pitt e de quebra conquistou o público e a crítica. Oscar já era certo antes mesmo do Globo de Ouro e do SAG. Vamos acompanhar mais de perto a carreira dele em Hollywood. De acordo com o IMDB, ele tá escalado para o próximo filme de Michel Gondry: O Besouro Verde.

DÚVIDAS

– Com a vitória no SAG ontem, Sandra Bullock mostra que está mesmo no páreo contra Meryl Streep para a disputa no Oscar. A loira que venceu o Globo de Ouro de melhor atriz comédia/musical, agora terá pela frente a forte concorrência de Bullock que não é só a queridinha do público, mas também dos colegas da categoria. Esta disputa ainda vai dar o que falar.

– Antes das grandes premiações, George Clooney era o favorito, mas Jeff Bridges já despertava o atenção da crítica, embora sem chances reais de levar o prêmio. Desde domingo, com a vitória do Globo de Ouro e de ontem do SAG fica quase evidente sua vitória também no Oscar, o que seria algo totalmente merecido e valorizado já que ganha em cima de George Clooney, O cara de Hollywood.

O SAG ainda premiou Bastardos Inglórios como melhor elenco, uma sobrevida na disputa de melhor filme, haja vista que hoje a disputa parece estar entre Avatar, Amor Sem Escalas e Guerra Ao Terror.

Uma nota à homenagem a Betty White. O ponto alto da noite! O público gargalhou com gosto com seu discurso bem-humorado.


Os piores filmes de 2009

janeiro 21, 2010

A equipe do blog Playlist fez uma seleção dos filmes mico do ano de 2009 e se prepare: filmes que ainda nem estreiaram por aqui, já estão na lista. É o caso da próxima produção de Peter Jackson. Sim, Lovely Bones, o novo trabalho do lendário diretor de O Senhor dos Anéis está incluído na lista dos piores!!!

E não pára por aí: a tentativa frustada de fazer Nova Iorque – Te Amo aos moldes de Paris – Te amo também foi lembrada pelo Playlist. Cruéis? Nem tanto! A lista contempla ainda Transformers, A Caixa, WatchMen, Anjos e Demônios, Cold Souls (acho que tem um dos poster mais legais do ano), O Exterminador do Futuro: A Salvação, Lua Nova (siiiiiiiim), A Verdade Nua e Crua, Confessions of a Shopaholic, Noivas Em Guerra, A Garota Morta, Cavaleiros do Apocalipse, O Elo Perdido e X-Men Origins: Wolwerine O Filme.

De uma maneira geral a maioria que assiste cinema deve concordar com a lista. Só senti a falta de 2012!!!

Se quiser saber mais da escolha de cada filme, clique aqui.


O que dizem os gurus: Oscar 2010

janeiro 20, 2010

Em momentos como este – que antecede o dia da escolha aos indicados do Oscar – sobram blogs sobre cinema palpitando sobre filmes que devem ou não ser indicados, diretores, atores e atrizes na mira de apaixonados ou corrosivos comentários. E não é só a gente que “brinca” de discutir cinema não… Os gurus também apontam aqueles que consideram os que devem brilhar na noite mais importante da indústria cinematográfica.

Os gurus são críticos norte-americamos de respeitados veículos de comunicação e se unem neste blog aqui e uma vez por semana apontam os filmes que consideram os melhores em cada categoria.

(Clique na imagem para vê-la em tamanho maior)

Como se observa na tabela, é quase unanimidade o posto de numero 1 para Avatar. O filme não é só sucesso de público, mas também de crítica. Guerra ao Terror, Amor Sem Escalas e Bastardos Inglórios seguem logo atrás. Muito provavelmente esta deve ser mesmo a lista dos 10 indicados para o próximo dia 2.

Da minha lista, tiraria Distrito 9 e Educação e colocaria 500 Dias Com Ela e Nine.

Ahhh… vale lembrar que no “chute” para o Globo de Ouro, os gurus acertaram o Melhor Filme Drama (Avatar) e erraram feio no Melhor Filme Comédia ou Musical quando colocaram como vencedor “Julie & Julia”. O vencedor “Se Beber Não Case” ficou na última posição. Será que dá mesmo pra confiar nos gurus?


Vale a pena ver de novo – Globo de Ouro

janeiro 19, 2010

Lindo vídeo com imagens de filmes do diretor homenageado da noite: Martin Scorsese.


Impressões – Globo de Ouro 2010

janeiro 18, 2010

Já acordado, vamos a algumas consideração rápidas do Globo de Ouro.

– Os coadjuvantes brilharam! Tanto Mo’nique, quanto Christoph Waltz tiveram os discursos mais emocionantes da noite.

– A homenagem a Martin Scorcese foi a parte mais bacana da noite.

– Avatar sai da cerimônia com os dois prêmios mais aguardados da noite. Deve confirmar esse favoritismo no Oscar. Destaque para o diretor James Cameron que hora e outra era pego em close pelas cameras de TV.

– As “surpresas” ficaram por conta da vitória de Se Beber Não Case, como melhor comédia, desbancando Nine e 500 Dias Com Ela e de Robert Downey Jr. que tirou o prêmio das mãos de Daniel Day-Lewis.

– Conforme o esperado, Meryl Streep e Sandra Bullock levaram, mas não emocionaram. Com um discurso frio, as duas que tinham tudo para ser o destaque da noite, passsaram apagadas.

Enfim, uma cerimônia morna, sem muitos momentos marcantes. É por essa e por outras que esperamos um Oscar bem mais emocionante.