Rita Cadillac, a lady do povo

No próximo dia 16 de abril, estreia nos cinemas brasileiros um documentário de Toni Venturi sobre a vedete Rita Cadillac, tão famosa na década de 1980 e que aos trancos e barrancos conseguiu se manter na mídia até os dias de hoje.

O vídeo foi construído através de depoimentos e imagens inéditas, resgatando um rico material de arquivo desde os anos de dançarina em “O Cassino do Chacrinha”, até os filmes pornográficos atuais.

Acho bem interessante este tipo de documentário porque resgata para gerações atuais, artistas que foram sucesso no passado e que hoje não desfrutam do mesmo prestígio. Foi assim como o ótimo documentário de Wilson Simonal, espero que assim também seja com Rita Cadillac. Amanhã tem pré-estreia com a presença da homenageada do filme. Depois de assistir, conto as minhas impressões😉

9 respostas para Rita Cadillac, a lady do povo

  1. vetinhu disse:

    eu ja vi o doc, quando passou no sbt.
    Vale a pena ver, somente pela menção a Serra Pelada, uma visão interessante sobre a economia da década de 80. O restante são depoimentos, parece um arquivo confidencial de uma hora de duração

  2. Luis Galvão disse:

    Sou sincero ao dizer que adoro a maioria dos documentários brasileiros e sobre um personagem tão ‘escrachado’, não posso ficar menos curioso.

  3. Tb gosto desses documentários que resgatam figuras históricas. E para o bem e para o mal, Rita Cadillac é uma figura histórica…

    ABS

  4. Então, eu assisti essa pérola em 2007 ou 2008, assim que ficou pronta a edição final. Foi no Festival de documentários “É tudo Verdade” com a apresentação emocionada da própria “dita cuja”, no esplendoroso Odeon da Cinelândia.

    Deu dó ver a Rita chorando, e mais ainda pelo conteudo do filme. Em certos momentos você sente pena, em outros vergonha alheia e ainda sobre espaço para se perguntar “WTF?”.

  5. cinebuteco disse:

    AHAHAHAHAH. Mais um motivo pra eu não perder!!!

  6. Pedro Tavares disse:

    A versão do cinema é diferente da que passou no SBT, claro. A minha reação após o filme foi a mesma que ao do Rafael hehehe.

  7. Humberto disse:

    É bom para o moral, hahahaha! Ai, aguardando sua crítica, Fernando.

  8. luci disse:

    cada um ganha a vida como pode, não tive oportunidade de assistir a esse documentário, mas confesso que estou louca para ve-lo, sou fã da Rita e meu pai que hoje já não está mais entre nós também era e faz parte dessa trajtória da Rita

  9. cinebuteco disse:

    Oi Luci,

    Vale a pena a assistir neste ponto de vista: o de conseguir sobreviver do jeito que dá… nesta análise o documentário fica bem interessante mesmo!

    Abs

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: