Presidential Reunion: Funny or Die

junho 13, 2010

No post abaixo, mencionei um novo filme de Jim Carrey, o tal Presidential Reunion, mas na verdade é uma brincadeira feita pelo site Funny or Die. No vídeo, Barack Obama recebe a visita surpresa de ex-presidentes americanos no seu quarto, quando já está em seus aposentos com Michelle Obama. Jim Carrey é Ronald Reagan. Vale a pena assistir!

Anúncios

Mais drama para Jim Carrey

junho 12, 2010

Ator famoso das comédias, Jim Carrey voltou aos cinemas com um filme menos engraçado, o drama aliás é um gênero que ele desempenha muitíssimo bem, embora com poucas atuações nesse sentido.

É uma pena! Seus personagens em Show de Truman, depois no excepcional Brilho Eterno de Uma Mente Sem Lembranças e agora em O Golpista do Ano (I love you Phillip Morris) são de um aprofundamento dramático que a gente até consegue esquecer daquela cara que ele faz em O Máscara ou então em Ace Aventura.

Talvez o grande problema comercial de O Golpista do Ano seja levar aos fãs do ator, um filme considerado por muitos inclassificável, ele parece engraçado e até começa num tom de comédia, mas na metade para o final acaba sendo  um  drama e dos bons. Outro fator que pode ter afetado o desempenho do projeto é que Carrey vive um homossexual, com algumas cenas fortes de sexo, assustando os telespectadores mais conservadores. Até agora, o filme não conseguiu estreia nos Estados Unidos e não há datas previstas para ganhar as salas americanas.

O ator que goza de certo prestígio com a crítica e é adorado pelo público, sabe como poucos fazer rir e também emocionar. Coisa rara de se ver por aí. Em 2010, ele ainda volta aos cinemas, fazendo aquilo que mais gosta: comédia; num filme de Ron Howard, chamado Presidential Reunion. Neste novo trabalho, Carrey viverá o presidente Ronald Reagan. E parece ser bem interessante porque o filme é uma reunião dos presidentes americanos com a presença dos personagens de Barack Obama, George W. Bush, Bill Clinton, Jimmy Carter, Gerald Ford e o já mencionado Regan. Desde já, imperdível.